Uncategorized

A criança dentro deles

São maiores, vacinados e espanhóis. Os homens da Companyia de Comediants La Baldufa chegam da Catalunha com “O Livro Imaginário”, para fazerem rir os mais pequenos e despertarem os miúdos que vivem dentro dos graúdos.

Hélder Beja

A Companyia de Comediants La Baldufa faz lembrar aquelas trupes de saltimbancos que andam de cidade em cidade, num furgoneta a chiar de velha, sempre com a casa às costas para apresentarem o próximo espectáculo. E a vida destes catalães que chegam a Macau para o Festival de Artes – com espectáculos marcados para amanhã, domingo e terça-feira, sempre às 17h no Teatro D. Pedro V – não anda muito longe disto quando estão por Espanha ou pela Europa. Trazer o espectáculo à Ásia é um tanto mais complicado.

Isto para dizer que o cenário da peça “O Livro Imaginário”, principalmente (mas não só) destinada aos mais novos, foi construído mesmo aqui, em Macau. “Transportar o cenário teria sido muito dispendioso. É por isso que normalmente ficamos pela Europa, onde podemos meter tudo num camião”, explica um dos membros do colectivo, Joan Baró.

Como o título indica, “O Livro Imaginário” é a história de pessoas que vêem a sua vida mudar quando descobrem o prazer da leitura. A companhia quis explorar “a importância de ler e de estar aberto à leitura, à imaginação e à criação de mundos interiores”. “No final, ler é criar, porque quem lê alguma coisa cria um mundo dentro de si. Nós podemos ler o mesmo mas os nossos mundos imaginários serão diferentes”, refere.

Em palco estarão quatro homens feitos, preparados para enfrentar o mais exigente dos públicos. “As crianças são sempre o público mais difícil, porque têm dificuldade em prestar atenção e é preciso atraí-los em todos os momentos. Há que ser muito bom para conseguir que a atenção deles se mantenha ali. Se conseguirmos agarrá-los, conseguimos agarrar toda a gente, porque toda a gente está disposta a tornar-se novamente numa criança.”

Os putos são tramados, porque muito honestos, e “quando não gostam apenas dizem ‘não gosto, estou aborrecido, vamos para outro sítio ou ver outra coisa, isto não interessa’”, prossegue o artista.

Poucas palavras

E como é que um adulto, grande e cheio de coisas sérias e complicadas na cabeça, chega aos mais pequenos a ponto de fazê-los rir, a ponto de entretê-los sossegados e sentados? “É muito importante manter essa nossa criança interior viva, ou de outra maneira não seríamos capazes de estar em contacto com o público infantil.”

A resposta está dada e é uma espécie feliz de ‘se não os podes vencer, junta-te a eles’. No espectáculo, que se quer universal, cruza-se projecção de vídeo com sombras, palhaços e algumas coreografias. A palavra dita é escassa e calha bem, para que todos se entendam noutras linguagens universais. A peça “tem pouco texto e é muito visual. Cada pessoa, do seu lugar, apenas por ver o que está acontecer já fica com uma ideia do se passa. Há algumas palavras mas não é completamente necessário compreendê-las. São importantes mas não tão importantes quanto isso. O mais importante são mesmo as formas, as cores, as sombras”, acrescenta Enric Blasi, um dos actores e também fundador da companhia criada em 1996.

A estes homens que chegam da Catalunha impunha-se uma pergunta trivial em jeito de comédia. Depois de tantos clássicos e de o Barça ter levado a melhor sobre o Real Madrid na Liga e na Champions, haverá alguma referência a futebol no espectáculo? “Bom, há uma cena medieval em que duas crianças jogam futebol e se metem com o rei e com as pessoas ricas. Há essa alusão, mas não falaremos sobre o Barcelona”, ri-se Baró. “Mas não somos muito amigos de José Mourinho”, sentencia Enric Blasi.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s