Uncategorized

“Podemos sonhar, criar cenários”

A possibilidade de criar fantasias conduziu Nuno Veloso à fotografia de moda. O criador apresenta parte do seu trabalho dos últimos anos na Fundação Rui Cunha a partir de amanhã. “It’s all about you” foca os modelos que dão vida às histórias contadas pela câmara.

Maria Caetano

“It’s all about you” é o nome da próxima exposição patente na galeria da Fundação Rui Cunha, que convida o fotógrafo Nuno Veloso a mostrar os trabalhos que tem vindo a realizar ao longo dos últimos anos na área da moda. Ao todo, são 17 fotografias de moda, trabalhos realizados em Portugal, Inglaterra e Hong Kong, desde 2005. A exposição inaugura amanhã, ás 18h30.

O que une a mostra, explica o fotógrafo, é a liberdade criativa com que os trabalhos foram executados. Nuno Veloso, director de arte de uma operadora local de jogo, revisitou a carreira recente e desencantou do baú imagens que fazem sonhar – tal como se espera da indústria da moda, a criar desejos de consumo e de formas de estar –, apoiadas numa noção muito clara de que este tipo de fotografia também narra histórias e não vive sem personagens ou actores.

“’It’s all about you’ é um chamar de atenção para as modelos”, explica sobre o nome escolhido para a exposição, cujo cartaz se apresenta com as imagens de um tríptico de silhuetas esguias sobre um vermelho vibrante onde se avistam recortes detalhados encenados pelo fotógrafo.

“Quando se fala do mundo da moda – que é uma coisa muito relativa – lembramo-nos sempre das top models, das Claudia Schiffer ou Giselle Bundchen, mas esquecemo-nos das outras milhares e milhares de modelos que fazem o trabalho delas e de que ninguém fala”, nota Nuno Veloso.  “Naquelas imagens o modelo tem uma presença muito forte, pelo olhar ou pela pose”, diz.

Sem as actrizes deste trabalho de encenação, ao qual o criador se dedica em todos os pormenores, não haveria a fotografia de moda. “Imagens de moda sem modelos passam a ser imagens de produtos, de publicidade de marcas. A vida toda vem do modelo, sem dúvida”, defende. E o título da exposição surge como uma forma de agradecimento a quem encarna o momento e a história fixados pela câmara.

 

“Controlo total da imagem”

 

A possibilidade de criação de imaginários novos foi o que atirou Veloso para a fotografia de moda. O criador queria “ter a capacidade de poder criar fantasias, realidades paralelas”. “Eu gosto de controlar a luz, de controlar a acção, dirigir o modelo, e a fotografia de moda permite-me fazer isso tudo. Podemos sonhar, criar cenários. Gosto imenso de ter o controlo total da imagem”, confessa.

A selecção que agora apresenta na galeria da Fundação Rui Cunha é testemunho desta motivação. “São aquelas em que eu me represento mais”, conta o autor.

“Não tive nenhum critério em especial para escolher estas imagens. Se calhar a única coisa que há em comum a todas elas é o facto de eu me identificar mais com elas, de ter sido o abrir de um baú, de ter ido buscar as imagens que mais me tocam entre aquilo que fiz. E, se calhar, serem também dos trabalhos em que tive mais liberdade a nível de criatividade, de dar opinião sobre o que seria feito”, explica.

Trata-se de um tipo de liberdade nem sempre acessível a quem trabalha na área, admite, sendo as 17 imagens escolhidas para a exposição fruto de ‘shoots’ pessoais, concebidos a pensar no portefólio profissional, e encomendas feitas por revistas da especialidade.

“Normalmente, são sempre de um conjunto de imagens, de um catálogo, ou de um trabalho para portefólio, porque um fotógrafo de moda tem de se apresentar sempre com o seu book quando encontra os clientes”, diz.

As fotografias “funcionam todas individualmente”, mas pertencem por regra a séries mais longas. “Tenho no máximo três fotos da mesma série”, explica sobre o conteúdo de “It’s all about you”.

“A fotografia pode valer por ela própria, mas geralmente faz parte de uma história de uma série de fotos. Nesta exposição, há uma única imagem que está sozinha, que é uma imagem de beleza, são jóias”, afirma.

A exposição de fotografia de moda de Nuno Velos fica na galeria da Avenida da Praia Grande até ao dia 31 de Julho.

 

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s