Uncategorized

Aventuras de Gatuno na Livraria Portuguesa

Maria João Lopes assina “O Gatuno e o Extraterrestre Trombudo”, que amanhã será apresentado em Macau. A obra foi galardoada com o Prémio Branquinho da Fonseca 2011 e a autora não esconde o entusiasmo caso o título fosse traduzido para mandarim.

 

Pedro Galinha

 

As palavras são uma paixão antiga de Maria João Lopes, jornalista portuguesa de 31 anos que apresenta amanhã “O Gatuno e o Extraterrestre Trombudo”, na Livraria Portuguesa (17h). O livro venceu o Prémio Branquinho da Fonseca 2011, atribuído pela Fundação Calouste Gulbenkian e pelo jornal Expresso, na categoria de obras de literatura para a infância. Uma distinção que foi “fundamental” para que a obra fosse ilustrada por Paulo Galindro e publicada com a chancela da Dinalivro.

“Até podia pensar em editar um livro, mas é muito difícil abrir-se essa porta em Portugal”, explica ao PONTO FINAL Maria João Lopes, que começou a escrever a história premiada depois de se inscrever num workshop em Lisboa.

“O curso estava direccionado para a escrita de livros infantis na escola ‘escrever escrever’ com o David Machado, que é um escritor que gosto muito. Resolvi inscrever-me e, depois de entrar, tive de desenvolver uma ideia, que daria uma história. Escolhi a do meu gato preto, o Fellini, que fica num sobressalto quando vê o aspirador ligado”, conta a autora natural de Guimarães.

Os ingredientes estavam escolhidos, mas faltava decidir a receita. “O gato pensa que o aspirador é um extraterrestre que invadiu a casa”, decidiu Maria João Lopes.

Terminado o workshop, a autora apostou em trabalhar “ainda mais o texto”. “Fui para casa aperfeiçoá-lo. Depois, apercebi-me que as inscrições estavam abertas para o Prémio Branquinho da Fonseca e foi assim que tudo aconteceu”, sintetiza a jovem lusa.

Apesar de utilizar uma linguagem simples no livro, Maria João Lopes revela que não foi tarefa fácil: “A simplicidade e o trabalho de concisão custam sempre um bocadinho. É preciso treino e o jornalismo foi uma escola muito importante que eu aproveito para a literatura”.

 

O erro de infantilizar as crianças

 

Maria João Lopes tenta sempre distanciar-se “de um certo paternalismo” quando escreve histórias infantis e não evita usar “palavras que há quem diga que as crianças não percebem”.

“Os mais novos entendem tudo. Nós é que as infantilizamos demasiado”, argumenta.

Defensora de uma literatura infantil que possa ser consumida por leitores de todas as idades, a autora admite que depois de ter passado a barreira dos 30 anos continua a comprar livros deste género. “Leio nos transportes públicos ou quando estou de férias. Não é o meio tipo de literatura principal, mas consumo muita”, conta.

Sobre a possibilidade de publicar novos títulos, Maria João Lopes diz que tem alguns “na gaveta”. No entanto, só acredita no potencial de um: “De todos os que estão escritos, só gosto de um. Mas, neste momento, estou concentrada no Gatuno e na promoção deste livro. Se correr bem, tenho mais ideias para novas aventuras”.

 

O apetecível mercado chinês

 

As vendas de “O Gatuno e o Extraterrestre Trombudo” têm decorrido a bom ritmo, explica Maria João Lopes. Quanto à promoção da obra que agora chega a Macau, já passou por Lisboa, Coimbra, Santo Tirso, Guimarães e Bruxelas, onde esteve na companhia da outra vencedora do Prémio Branquinho da Fonseca 2011, Ana Ferreira Pessoa (arrebatou a categoria de literatura juvenil com “O Caderno Vermelho da Rapariga Karateca”).

“A divulgação tem corrido lindamente. Estive em escolas, o que é bom porque estou em contacto com os leitores mais pequenos. Gosto de ouvir as perguntas que fazem e sentir o feedback deles”, conta Maria João Lopes.

Questionado sobre a possibilidade de ver o livro de estreia traduzido para mandariam, a autora vimaranense não esconde o entusiasmo. “Já pensei nisso porque teria muitos leitores”, diz entre risos.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s