Uncategorized

Meia centena de galerias e duas exposições na primeira Art Macao

Andy warloow 005O Venetian recebe de 30 de Maio a 2 de Junho a primeira edição da Art Macao, feira de arte que traz à cidade galerias da China Continental, Hong Kong, Portugal, Israel e França. Uma exposição com obras de artistas locais e outra dedica a autores coreanos completam o certame.

Hélder Beja

Macau passa a ter uma feira de arte que vem juntar-se às já existentes em cidades como Pequim, Hong Kong e Singapura, mas que quer ter um cunho diferente. Entre 30 de Maio e 2 de Junho, o centro de convenções do Venetian recebe a primeira edição da Art Macao. Cerca de 50 galerias e mil convidados, entre coleccionadores, negociadores, galeristas e artistas juntam-se ao certame, revela um dos directores da iniciativa, Ho Kin U.

A Art Macao é organizada pelo Longhei Group Investment e pela Associação para as Indústrias Criativas de Macau. Neste ano de arranque, a feira conta essencialmente com galerias da China Continental, de Hong Kong e de Taiwan. De Portugal estará presente a Galeria Cordeiro, presença habitual nas grandes feiras internacionais, e de França chega a Paris Simone Art Gallery.

Macau está representada pela Art For All, Fundação Rui Cunha, Macau Art-Alliance, Centro de Investigação de Arte das Gravuras Internacional de Macau e Associação para as Indústrias Criativas. O certame divide-se em três secções, com uma dedicada a trabalhos mais clássicos, outra para a arte contemporânea e outra para peças que estarão a leilão. Haverá ainda uma série de palestras e duas exposições (ver texto nestas páginas). A organização espera receber cerca de 20 mil visitantes.

Ho Kin U diz que a criação da feira de arte é uma resposta à vontade muitas vezes manifestada por artistas, coleccionadores e galeristas locais. “Toda a gente queria que algo deste género aparecesse, mas ninguém avançava porque olhavam para uma feira como um projecto comercial, com alguns riscos associados”, comenta o director. Além disso, “faltava fazer um trabalho de networking”. “Ao longo do último ano estabelecemos contactos com Singapura, Xangai, Pequim e Cantão. Achámos que agora era o momento de avançar.” Entre os contactos estabelecidos, o organizador destaca a participação de Zhao Li, fundador da Art Beijing e professor na Academia Central de Belas Artes de Pequim, na criação da nova feira arte do território.

A feira de arte de Macau quer ter o seu enfoque no mercado asiático e Ho Kin U garante que “não há qualquer intenção de concorrer com a feira de arte de Hong Kong”. O organizador olha para os certames organizados na cidade vizinha e em Singapura como grandes acontecimentos muito vocacionados para nomes já consagrados – quer no que toca a galerias, quer no que diz respeito a artistas – e com grande enfoque no panorama artístico ocidental. Este ano, a Art Macao terá “um começo muito humilde mas um ponto de partida muito forte”.

Os organizadores do evento não esperam grandes volumes de negócio nem que tudo seja perfeito nesta edição de estreia. “Sabemos que não será assim, mas temos um plano de três a cinco anos e passo a passo vamos construir uma feira diferente daquelas que existem noutras cidades asiáticas.”

Descobrir novos talentos

Uma das grandes apostas da feira de arte de Macau será nos jovens artistas, não só de Macau e da região, mas de outros países asiáticos. “Vamos abrir um processo de candidatura para que jovens artistas que não estejam ainda representados por galerias profissionais possam vir a Macau e mostrar os seus trabalhos. Vamos ajudá-los a enviarem para cá as suas obras de artes e vamos promovê-las”, continua Ho Kin U. Outro dos pontos em que a Art Macao quer marcar a diferença é em dar maior protagonismo aos autores, em detrimento das galerias. “Quando visitamos uma feira como a Art Basel percebemos que o foco está totalmente nas galerias. Nós queremos que as galerias estejam por trás dos artistas, e não que os artistas estejam por trás das galerias. Faremos os possíveis para que cada autor possa mostrar não apenas um ou dois trabalhos seus, mas pelo menos quatro trabalhos, para que tenha a devida visibilidade.”

Com um “pequeno mas importante apoio” do Governo de Macau, a organização da Art Macao está confiante na capacidade de Macau e da sua comunidade artística para se afirmar. “Quase 99 por cento do dinheiro que investimos neste evento sai do nosso bolso este ano, mas sabíamos que tinha de ser. Alguém tinha de fazer isto. Porque não nós?” Ho Kin U vê em Macau “artistas com grande potencial”, que “podem ainda não ser fantásticos, mas que têm um futuro muito promissor e isso é o mais importante”. A feira de arte, acredita, será “muito boa para darem a conhecer o seu trabalho”.

Portugueses coleccionadores

A Galeria Cordeiro merece destaque do director, por aportar à feira uma série de nomes mundialmente reconhecidos, como o de Andy Warhol, que ajudam a dar visibilidade à iniciativa. “Eles trarão várias obras de arte interessantes, estamos muito entusiasmados com a participação desta galeria.”

Ho Kin U acrescenta ainda que “durante muito tempo a comunidade portuguesa de Macau teve vários coleccionadores de arte e continua a ter essa reputação”. O organizador acredita que “só são precisas mais iniciativas que permitam a essas pessoas apreciarem novos trabalhos e continuarem a comprar”. Caligrafia, pintura a óleo, gravura, escultura, ilustração, fotografia e joalharia serão algumas das expressões artísticas para apreciar já no final do mês.

Para que o impacto da feira não se esgote nos poucos dias em que acontece no Venetian, Ho Kin U revela que será criado também naquele casino-resort um novo espaço permanente de exposições. Terá o nome de Asia Arts Center e deve abrir até ao final do ano, recebendo trabalhos de vários autores, com enfoque na cena artística oriental.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s