Uncategorized

A ilusão num estojo de maquilhagem

2A arte da caracterização tem tudo que ver com tornar o que parece impossível possível. Na recente produção cinematográfica “Hill of Ilha Verde”, a caracterizadora de cinema Ng Ka Lai transformou radicalmente uma jovem, para criar a imagem realista de alguém que tinha sido fisicamente agredido. A ilusão de ferimentos e nódoas negras foi uma das suas criações na produção assinada pelo realizador Chueng King Wai.

O processo de maquilhagem e caracterização para cinema exige tempo e grande dedicação. No caso de Ng Ka Lai, forma necessárias cinco horas de preparação e disponibilidade permanente. A responsável pela caracterização chegava ao local das filmagens às três da manhã para começar a trabalhar com os actores. O resultado final impressionou, criando um impacto visual que transmite realismo às cenas de violência doméstica.

Ng explica que o filme tem vários planos aproximados com os quais o realizador procurou amplificar a expressão facial dos actores – a caracterização teve assim um papel fundamental. O trabalho da artista consistiu em reproduzir a intenção do realizador destacando características e expressões adequadas às características do filme.

Antes deste filme, a profissional de 23 anos participou em várias produções cinematográficas populares na China Continental, incluindo nas obras “Painted Skin, The Ressurection”, “Chinese Zodiac” de Jacky Chan, e ainda “The Bullet Vanishes”.

Ng Ka Lai conta que desde pequena se interessou pela maquilhagem. Depois de concluir o ensino secundário, trabalhou durante dois anos em casinos para poupar dinheiro que lhe permitisse prosseguir estudos. Depois, foi para Pequim aprender a arte de caracterização como aprendiz de Xiao Jin, um dos profissionais chineses mais conceituados nesta área, com mais de uma década de experiência.

“Tomei a liberdade de lhe escrever, pedindo que me deixasse aprender com ele as técnicas e competências da caracterização. Ele aceitou-me à experiência. O meu primeiro trabalho foi caracterizar a cantora chinesa Li Yuchun para o seu novo vídeo musical”, recorda Ng.

Foi assim o começo da carreira da jovem. Xiao Jin apreciou a dedicação de Ng Ka Lai ao trabalho e acabou por manifestar confiança nela ao chamá-la para algumas produções de filmes.

“Tive imensa sorte. Ele tem dezenas de aprendizes e escolheu-me como assistente. Acompanhei-o nas produções durante mais de um ano”, congratula-se a caracterizadora.

Para Ng, a parte mais agradável do trabalho de caracterização acontece quando pode recostar-se e assistir ao despenho dos actores já maquilhados. A profissional recorda mais vividamente, de todas as produções em que trabalhou, uma cena de “Painted Skin, The Ressurection” na qual as actrizes principais do filme, Vicky Zhao e Zhou Xun, troca, de rosto numa piscina.

“Dedicamos muito tempo e esforço para que a caracterização desta cena parecesse muito real. O efeito dramático foi maravilhoso e ambas as actrizes ficaram perfeitas do ponto de vista artístico”, explica.

Mas trabalhar na produção de cinema não significa apenas fama e glamour. A participação em “Hill of Ilha Verde” no início deste ano exigiu de Ng Ka Lai trabalhar por 24 horas seguidas, estando permanentemente disponível nas filmagens.

“Foi bastante desafiante e cansativo uma vez que o nosso realizador exige grande qualidade, mas estou feliz por realizar o meu sonho”, afirma. K.C.

Advertisements

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s