Navegar É Preciso

Navegar É Preciso: mArt

 

http://martmagazine.net/

Esta coluna tem sido ocupada por publicações cuja regularidade é heterogénea, mas que vão sendo actualizadas pelos editores e autores respectivos. A mART estava na nossa lista de revistas on-line a referir, mas a sua publicação foi interrompida antes que tivéssemos tempo para a destacar. Apesar disso, é de elementar justiça que a destaquemos agora, mesmo depois de interrompida, também porque os arquivos continuam disponíveis para os leitores, mas sobretudo porque é uma revista que, com o seu olhar atento sobre a vida cultural do território e mais além, faz falta aos leitores de Macau. A juntar a estes dois aspectos, importa dizer que a prosa da revista fundada há um ano e meio por Luciana Leitão, Sofia Jesus e Sérgio Rola merece visita sem preocupações com a actualidade, o que não é dizer pouco quando se fala de revistas.

Há um mês, o editorial anunciava o encerramento da publicação por impossibilidade de a tornar economicamente viável: «Even though readers do attract sustainability, they are not the only ones to generate it. So, we suddenly realised we were working for one and a half year in a project which suited our dreams, but lacked sustainability. With that being said, we had to come to the sad conclusion: it actually wasn’t a dream come true. Then, we also observed that, even though this is Asia, there is still a lack of sensitivity for the online world. We were not recognised as official media, being left out of the regular agenda events. Not that that bothered us, but it did mean something: an online cultural magazine would always have limited growth ability. Still, one and a half year later, we can surely say we succeeded in having sources, in being considered by readers as reliable media, in partnering up with some of the most important cultural projects in the city, some of which are independent and are also willing to reach the English-speaking world. Some of you might ask why did we not turn into an association and asked for government subsidies. I will answer in a way I believe all of you will understand: that was not the project, that would not suit our dreams.»

Quem navegar pelas entradas mais recentes da mART pode encontrar um artigo sobre o trigésimo aniversário do PEN Club de Macau, as recomendações regulares sobre livros, música e cinema ou a antevisão dos concertos de jazz organizados pela associação Comuna de Han-Ian, de Macau. Mais atrás na cronologia, o artigo sobre o escritor Chen Xiwo, a entrevista com Carlos Morais José a propósito da edição da revista Órphão ou o olhar sobre a exposição Ma-boa Lis-cau, de Charles Chauderlot são algumas das muitas peças que podem continuar a ler-se no espaço da mART. Pode ser que a interrupção se torne temporária e os leitores voltem a contar com uma revista em inglês sobre a vida cultural de Macau e arredores, com a ligação a Lisboa a marcar a diferença. Fazemos votos de que assim seja.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s