Crónica

Escrita na Brisa (Yao Feng)

A Recusa

Existe o deserto
para ser liberdade de indiferença
para recusar

Recusa a invasão do rio
Recusa ser dominado pelo oceano
Recusa o crescimento das árvores
que serão cortadas como madeira

Recusa a permanência do ser humano
mas lava os seus ossos com as mãos mais limpas do mundo

Tal como a vontade de desnessecidade,
a recusa também se recusa cada vez mais

O camelo, como não tem coragem de recusar,
ficou ajoelhado e
deixou o seu nariz a ser enfiado por um fio do homem

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s